sábado, 9 de abril de 2011

Nossas vozes

Esbraveje
Sim, eles te ouvirão
Aquela paz que andaste a procurar, encontrarás no momento em que o grito
transpassar tua garganta.
Tantas são as vozes que ecoam neste mundo, gritos de dor, fé,
esperança, murmúrios que se pretendem linguagem, olhares à espera de uma tradução.
Leitores do mundo quanto tempo ainda esperarão para fazer a parte que lhes cabem?

Levar voz aos que não têm voz,
Unir tuas vozes aos sussurros
deste Mundo,
Orfanato cruel,
Crianças carentes com fome de amor,
Incapazes de dormir sem o beijo da mãe que nunca chega
À espera de uma voz
E o grito de dor tornar-se-á canto de esperança

2 comentários:

Fernando Vieira disse...

"E o grito de dor tornar-se-á canto de esperança".

Amém.

Letras disse...

É o que esperamos professor, ainda que utopicamente.
Abç.
Valéria.